Resenha: Placebo Junkies – J.C. Carleson

Título: Placebo Junkies
Autora: J.C. Carleson
Editora: Fábrica231
Ano: 2016
Páginas: 304
Nota: 
*Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: Audie
é uma jovem como qualquer outra, mas encontrou uma forma incomum de descolar
uns trocados: ela serve de cobaia para a indústria farmacêutica. Neste
irreverente romance, J.C. Carleson, ex-agente da CIA, mergulha no universo
pouco conhecido, mas muito impressionante, dos voluntários em série de testes
farmacológicos. Na tradição de Trainspotting e Drugstore Cowboy, doses
cavalares de humor negro disputam espaço na trama com o drama de jovens que
vivem no limite. No caso de Audie, ela precisa juntar dinheiro para oferecer a
Dylan, seu namorado que tem uma doença terminal, uma festa de aniversário de 18
anos inesquecível. “Não há ganho sem dor”, ela repete, em meio aos efeitos
colaterais das substâncias e procedimentos a que está sujeita e aos esquemas
para lidar com eles. Mostrando as entranhas de um mundo desconhecido da maioria
das pessoas, Placebo junkies arrancou elogios da crítica com sua narrativa
original e completamente viciante.

Audie é uma adolescente que já passou por poucas e boas na vida. Mas agora ela descobriu um modo de se manter e conquistar sua independência: tornando-se uma cobaia de laboratório. Dividindo o apartamento com seus amigos (e também cobaias) Charlotte e Jameson, Audie consegue a grana que precisa participando de testes dos mais variados tipos, tornando esta a sua verdadeira “profissão”. 

Audie namora Dylan, um jovem que sofre de uma doença terminal. Audie resolve fazer uma enorme surpresa para o aniversário de dezoito anos dele, mas para isso será necessário economizar o máximo possível e participar de mais testes do que antes. Ela diz a si mesma que não há ganho sem dor, mas tantas drogas trarão consequências para a sua vida…

Placebo
Junkies
é um livro que vai mexer com sua cabeça.
A narrativa – crua, direta, intensa – atinge o leitor de
forma a fazer com que ele se sinta imerso no mundo das cobaias de laboratório. Os efeitos dos testes aos quais Audie se submete fazem com que
a realidade seja alterada, distorcendo alguns fatos e exigindo atenção do
leitor. O livro possui um humor ácido e diálogos interessantes, além de ser muito fácil compreender a personalidade da protagonista.

Os personagens são muito bem construídos e, em sua maioria,
intrigantes. Audie é, à sua maneira, cativante. Charlotte é cheia de vida e
um pouco misteriosa. Dylan também é um cara
bastante para frente, apesar da sua doença. Jameson foi o único personagem que não senti um aprofundamento tão grande. 

Em suma, os personagens secundários possuem
bastante espaço na trama e é bacana acompanhar o desenvolvimento deles na
história, a forma como lidam com os testes, a grana que recebem e as
consequências de suas escolhas. Aliás, acho que esse é um dos pontos centrais
da trama: até onde nossas escolhas podem nos levar? 

O lado ético também tem sua parte na história, principalmente
como consequência das ações das empresas que fazem testes em humanos. Os
procedimentos são arriscados e fazem com que a gente se pegue pensando se eles
realmente consideram os riscos que trazem aos “pacientes” dos estudos.

Placebo Junkies mostra um pouco do que há por trás dos famosos
testes com cobaias. Eu, sinceramente, nunca havia pensado que poderiam existir
pessoas que fariam deste o seu “trabalho”. Oferecer suas veias, fluidos, pedaços,
em troca de grana. É necessário muita coragem. 

A autora deixa uma nota ao final do livro comunicando que
atualmente as empresas, em sua maioria, deixaram de fazer testes tão
perigosos/cruéis quanto os que podemos observar no livro. Mas ainda assim, fiquei refletindo por um bom tempo sobre o assunto e me bateu uma grande curiosidade sobre como os testes são feitos hoje em dia…

A obra possui alguns mistérios e revelações que me
mantiveram presa à trama durante toda a leitura. Mas o melhor estava por vir:
há uma grande reviravolta no livro que me deixou de queixo caído. Sério, eu
jamais esperaria pelo que li. Achei incrível e o desfecho consagrou a
genialidade da autora.

A edição da Fábrica231 está ótima!
A diagramação está muito boa, fonte em um ótimo tamanho e
simplesmente adorei a capa, bem condizente com a trama. Ótimo trabalho da
editora!

Placebo Junkies é uma obra cheia de fluidos corporais,
mistérios e uma narrativa de tirar o fôlego. Super indico!


15 comentários sobre “Resenha: Placebo Junkies – J.C. Carleson

  1. F disse:

    Olá
    Eu finalizei a leitura desse livro essa semana e gostei bastante. Gostei muito de ler sua postagem, especialmente pela identificação de opiniões, e claro, amei a foto. Esse livro mexe mesmo com nossa cabeça, especialmente pelo diferencial né?! Esses testes são uma loucura, e legal que há as mensagens por trás do texto.. adorei..
    Beijos, Fer
    http://www.segredosemlivros.com

  2. Carol Mendes disse:

    Eu li esse livro recentemente e fiquei MUITO chocada com esse final!
    Eu adorei a escrita da autora, bem crua mesmo como você disse e muito real e honesta, adorei isso.
    Eu nunca tinha lido nada parecido e foi muito bom conhecer um pouco mais desse mundo de cobaias.
    Sua resenha ficou ótima!

    Virando Amor

  3. Lilian Farias disse:

    Oi. eu nunca li um livro com cobaias de laboratório, já vi um filme chato, mas livro e da forma como você diz, intenso, não. Gostei de você ter mencionado o lado ético. Bom, fiquei bem interessada, por ser algo diferente para mim, não curti a capa, passa uma imagem de livro adolescente, mas a temática é muito instigante.

  4. Bruna Costabeber disse:

    Olá Jéssica,
    A temática desse livro é bem interessante, pois acho que o primeiro que vejo, então, já me deixa instigada.
    Fiquei fascinada com sua resenha e super animada por saber que o livro irá mexer com a minha cabeça, pois não tenho dúvidas que isso acontecia.
    Outra coisa que faz essa obra ganhar um ponto positivo é ela mostrar esses testes de cobaias e como acontecem, pelo menos um pouco.
    Sua resenha triplicou minha curiosidade.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

  5. Gabrielly Marques disse:

    Oii Jéssica, tudo bem? Sua resenha ficou maravilhosa. É a segunda que leio sobre o livro e só conseguiu me deixar mais interessada ainda na leitura, com essa premissa tão original. Fiquei ainda mais intrigada depois de saber sobre essa reviravolta tão inesperada! Quero saber o que acontece!!! hahah

    Beijos!

  6. Tamara Padilha disse:

    oie, a princípio esse livro não me chamou atenção, mas vendo sua resenha e sabendo do que se trata, de algo tão sério como testes em humanos fiquei bem intrigada e gostei de saber da parte ética do livro e que ele ainda traz reviravoltas. Vou a procura para ler.

  7. Heloisa Reis disse:

    Oi Jéssica, ainda não tinha visto menção a esse livro, e sua premissa me anima bastante. Adoro livros intensos, e a ideia do Placebo parece ser fascinante. Nem imagino como deve ser se tornar uma cobaia. Abraços

  8. Borrões Da Mary disse:

    Oie
    Tudo bem?
    Então eu não conhecia o livro e fiquei bem empolgada com sua resenha não lembro de ter lido nada do tipo uma menina que aceita ser cobaia em troca de dinheiro queria muito saber como vai ser o desfecho dessa historia e em torno de que gira ainda mais depois de saber que você se surpreendeu.
    Adorei a resenha
    Bju
    Mary Reis

  9. Marina Santos disse:

    Olá.

    Eu não conhecia, mas gostei muito da premissa dessa trama. Nossa, eu nunca tinha lido nenhum livro parecido com esse e fiquei muuito interessada nesse livro. Fico feliz q a autora tenha caprichado no final e tenha terminado o livro de forma genial. Amei sua resenha e suas considerações. Já adc o livro na minha lista de desejados.

    Beijos.
    http://www.anebee.com.br

  10. Ingrid Cristina disse:

    Oi Jess!

    Uau, eu estou de boca aberta com essa trama, jamais imaginei um livro falando sobre isso e achei essa escolha de grande sabedoria por parte da autora, que por sinal eu não conhecia.
    Fiquei aqui me perguntando que tipo doença o namorado da protagonista tem e também fiquei inventando possíveis efeitos colaterais desses testes na saúde da Audie.
    Esse seu comentário sobre o final me deixou super curiosa, vou anotar a dica.
    Muito obrigada.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

  11. Faces em Livros disse:

    Oie
    Gostei muito da imagem que tu trouxe. Mas fiquei com o coração dilacerado por entender que as personagens são basicamente ratos de laboratório! Mesmo com uma doença terminal, a pessoa tem se sofrer ainda mais?!
    Foi Até bom vc pontuar que o livro tem uma narração crua. Porque eu não o leria. Sei que seria choro do início ao fim. Já bastou a culpa é das estrelas.

  12. Amanda Mello disse:

    Olá Jéssica! ^^
    Não sei se conseguiria ler esse livro, acho que acabaria questionando muito o que está acontecendo e dependendo da forma de escrita que foi utilizada iria demorar para me conectar aos personagens e suas decisões. Me falta coragem, mas tenho certeza que é uma história bastante forte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *