Livros da Jess

Um blog sobre livros e filmes, feito por uma carioca bibliófila.

Resenha: Meio Rei (Mar Despedaçado #1) – Joe Abercrombie

Título: Meio Rei (Mar Despedaçado
#1)
Editora: Arqueiro
Autor: Joe Abercrombie
Páginas: 288
Ano: 2016
Nota:  

Sinopse: Filho caçula do rei
Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela
família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e
coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior
defeito de um homem. Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra
em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida,
curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava. Certa noite, o
jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e
não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele
precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa
saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi
determinarão o destino do reino e de todo o povo.


Olá, leitores!

Hoje eu estou escrevendo esta
humilde resenha para expressar tudo o que eu senti lendo o maravilhoso Meio Rei
do Joe Abercrombie. Mas, antes de tudo, vamos saber um pouquinho mais dessa
história? Vamos.

Logo nas primeiras páginas do
livro somos apresentados a Yarvi, príncipe de Gettland, filho de Uthrik e
Laithlin, mas que nasceu com uma deficiência na mão. Por este motivo, ele é
desprezado por todos, incluindo seu povo e sua própria mãe. Por ser filho de um
rei temido e ter um irmão com a fama de guerreiro, todos esperam que ele seja
um grande príncipe com grandes habilidades com a espada, mas a verdade é que
Yarvi não é nada disso, ele mesmo duvida da sua capacidade de se tornar um
grande rei, até auto intitulando-se meio homem.

Apesar de pouca habilidade com a
espada, Yarvi demonstra ser muito inteligente. Dado isso, ele acaba se
candidatando para um teste de ministério. O que é esse teste? Esse teste vai
ser decisivo pra Yarvi, pois ele quer se tornar ministro e os ministros são
como conselheiros do rei, os ministros sempre procuram a paz e aconselhar com
sabedoria. Os ministros sempre procuram o bem maior entre todos. Sendo assim, para
passar nesse teste, ele passa muito tempo estudando, aos cuidados da ministra
de Gettland, Mãe Gundring.

“Lembre-se sempre: os homens
fortes são muitos; os sábios são poucos.”

E é a partir daí que as coisas
começam a se desenrolar. Durante uma noite de ventos fortes, Yarvi recebe a
notícia de que seu pai e seu irmão foram assassinados ao tentar fazer um acordo
de paz com o temido e cruel Grom-gil-Gorm, inimigo do reino Gettland e conhecido
por matar todos os seus inimigos sem piedade. Yarvi é logo declarado rei, herda
a noiva do irmão e seu tio Odem e Laithlin declaram vingança. Então, Yarvi com
ódio de todos esses acontecimentos, afinal, eles eliminaram qualquer
possibilidade de Yarvi se tornar ministro e, acima de tudo, o obrigou a fazer
uma coisa que ele certamente não está preparado pra fazer, que é ser rei.

Se antes ele já era odiado, agora
é mais, as pessoas duvidam da capacidade de um meio rei vencer uma guerra e
representar seu povo. Diante de todo o ódio que ele recebe e da auto cobrança
que ele impõe a si, Yarvi decide fazer um juramento de vingança e, ao invés de
usar a espada como seu instrumento principal, ele decide usar a sua inteligência.
Então Yarvi parte em busca de vingança com o objetivo de voltar vitorioso (é claro),
cumprir seu juramento e mostrar sua glória para os gettlandeses, mal sabendo que
nessa jornada ele vai descobrir que não se pode confiar em qualquer pessoa, nem
nas mais próximas e vai provar o preço amargo da inocência.

Gente… que livro! Esse é o meu
primeiro contato com a escrita do Joe e eu me apaixonei! Sério, é um livro com
um cenário bem criado, com uma narrativa sem enrolações, diálogos fortes e com
um protagonista mais forte ainda. O Joe Abercrombie conseguiu criar um
personagem real, sabe? Um protagonista que não é perfeito, ele tem seus dilemas
internos, tem suas dificuldades, mas é extremamente surpreendente. Em algumas
partes da história eu me pegava adorando as atitudes do Yarvi, outras horas eu
o odiava com todo o meu ser, porque ele é muito humano, ele não toma atitudes
planejadinhas e previsíveis. Ele não se dá bem a história toda, ele quebra a
cara, levanta e luta. E isso é demais, eu amei isso!
  

Outro ponto importante são os
diálogos, apesar de ser um livro consideravelmente curto para uma fantasia, o
autor conseguiu construir diálogos perfeitos. Eu ri em muitas partes com os
personagens, eu me apaixonei, eu chorei. Foi uma explosão de feelings durante a
história toda, porque o autor mostrou capacidade e compromisso em criar
personagens com personalidades profundas. Cada personagem com sua história, seu
passado, suas emoções.

“Nós nos conectamos imediatamente a algumas pessoas, mas é com as que demoramos mais a nos conectar que a ligação dura mais.”

Eu marquei muitas partes do livro,
pois Meio Rei, primeiro livro da trilogia Mar Despedaçado, é um livro que te
passa lições muito importantes sobre poder, humildade, arrogância etc. Eu não
conseguia parar de ler e ao mesmo tempo eu não queria terminar de ler, porque
ainda não tem previsão de lançamento do segundo livro aqui no Brasil. Eu acho que vou reler
esse livro em breve, já estou sentindo saudades de todos os personagens e do
mundo incrível que Joe Abercrombie criou e mal posso esperar pra ler mais
livros do autor e me apaixonar cada vez mais. 

Esse tweet é uma representação da minha reação quando eu terminei de ler Meio Rei: 

livrosdajess

35 thoughts on “Resenha: Meio Rei (Mar Despedaçado #1) – Joe Abercrombie

  1. Oi Amanda! Tudo bem? Esse livro foi um dos que solicitei para a Arqueiro… Infelizmente ele não superou todas as minhas expectativas, dei três estrelas.
    Achei BOM, mas não a ponto de dar cinco estrelas! No meu ver achei muito tosco algumas partes e fiquei de boca aberta com a reviravolta que ocorreu no final.
    Mas em si o livro é muito legal e também gostei da persistência do personagem.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

  2. Olá ♥
    Não conhecia o livro, mas confesso que fiquei bem instigada com a leitura. Adorei as fotos que você postou creio que isso atiça mais ainda a curiosidade do leitor. Gostei de saber que o livro te um cenário bem criado uma narrativa sem enrolações, gosto de livros assim, espero em breve poder fazer a leitura e gostar tanto quanto você ♥

  3. CARALEEEEOOOO! Desculpe o palavreado, mas nossa! Que livro é esse, meu Deus?! Quando li a sinopse, não me interessei. Embora o título tenha me soado interessante. Mas lendo sua resenha, nossa, nossa… acabo de adicionar a obra entre as que desejo adquirir e conhecer. Que demais! O enredo e o fato de o protagonista não ser confiante, mas ao mesmo tempo não ceder diante da dificuldade é muito intenso! Gostei do enredo e da cobrança do povo sobre o protagonista. Realmente, gostei de tudo na sua opinião. Vou ler, com certeza.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

  4. Se vai reler o livro é porque ele é bom mesmo, hein? É a segunda resenha dessa história que leio somente hoje, e parece que ela é recheada de ótimos momentos de ação, drama, além de se mostrar muito bem desenvolvida. O título é instigante por ser "Meio", e nos faz querer conhecer essa história. Arqueiro sempre arrasa com seus lançamentos. Quero muito ler esse livro.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

  5. Caramba tenho de ler! Personagens defeituosos + fantasia = perfeição.Eu não conhecia essa trilogia e estou lendo a conclusão de outras duas, assim que acaba-las vou começar esta. Tomara que não demore para lançar a continuação porque ninguém merece esses períodos entre livros.

  6. Olá!
    Adorei o livro, estou com muita vontade de ler. Por ser uma trilogia nova ainda estava na duvida, mas sua resenha realmente fez meu interesse aumentar. Achei bacana o fato de eles ser curto com diálogos bem construidos.
    Beijos

  7. Olá!! 🙂

    Eu já tinhha ouvido falar do livro e adorei ler a tua resenha porque descobri mais sobre esse livro, que me da tanta curiosidade de o ler! 🙂

    Ainda bem que gostaste assim tanto,e que ficaste tao AAAAAAAAAA no final! hehe Alem de tudo, ainda transmitiu lições e identificaste-te coma escrita! 🙂

    Boas leituras!! 😉
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

  8. Eu parei de ler a resenha com medo de spoilers, gente eu to doida por esse livro desde que lançou, fico tentada a comprar, mas to com tantos pra ler, vai ter que esperar. Se tu amou o livro imagina eu então, quando ler vou ter com quem discutir.
    Xoxo

  9. Oi Amanda,
    Nunca tive a oportunidade de ler nada do Joe, mas já ouvi falarem maravilhosamente da escrita dele, eu não conhecia esse livro que você desenhou, mas a sua resenha me deixou com muita vontade de fazer essa leitura. Tenho um outro livro dele na estante e também pretendo lê-lo em breve.
    Beijos

  10. Hey, Amanda!

    Eu já li um livro desse autor uma vez, era o primeiro de uma trilogia, mas não consegui me identificar muito com a escrita dele e a leitura não fluiu. Acabei achando bem cansativa, tanto que nem li os demais livros.
    Agora tenho receio de começar a ler um outro dele e acontecer a mesma coisa.
    Então, por ora, não vou querer ler, não.
    Mas dá pra ver pela sua resenha o tanto que você gostou, o que me deixa até um pouco curiosa, porque amo livros de fantasia.

    Beijos!

  11. Oiii!!
    Eu ainda não conhecia o livro e nem o autor.
    Achei a história interessante, pois como a maior parte dos livros que envolvem batalhas, reis, rainhas, tem muita politicagem e isso é algo que me atraí bastante.
    Sua resenha foi na medida certa e chamou muito a minha atenção para a história. Só não leria agora por ainda não ter saído a continuação hehe
    Beijos

  12. Olha, geralmente os livros do gênero da Arqueiro são ótimos, não deixam a desejar, então, quando você diz que o livro é maravilhoso, não duvido. Curti o enredo que envolve Yarvi, bem diferente. Trocar espada por inteligência é atípico nos livros, isso é cativante para mim como leitora.

  13. Olá,
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro, e achei interessante. Adoro histórias fantásticas com personagens que revelam ser mais fortes do que imaginávamos. Ah, eu adoro os tweets do William Bonner! rs
    Dica anotada! Abraços

  14. Olá, tudo bom?
    Caramba eu fiquei realmente com muita vontade de conhecer o livro, achei a história extremamente convidativa e o fato que você abordou sobre Yarvi parecer real é o que eu mais gosto em um livro, amo quando de certa forma há uma humanização do personagem e você começa a se identificar. Fiquei espantada com o número de páginas, mas isso também pode ser um aspecto positivo na fluidez. Adorei a resenha, beijos.

    EuVocê&oslivros

  15. Uau. Quanta empolgação. Adoro!!!! hahahahha
    Confesso que não tinha a mínima vontade de ler esse livro, mas depois dessa resenha, eu já quero <3
    Gosto de fantasia, mas prefiro fantasias mais jovens. Mas ainda assim, você me convenceu totalmente. Adorei os quotes e a história parece incrível. Geralmente prefiro ler séries concluídas já, ainda assim darei uma chance =D
    Valeu pela dica 🙂
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

  16. Oie!
    Que imagens são essas? Adorei!
    Eu ainda não li o livro, mas fiquei bem curiosa para conferir. Já vi que será uma daquelas leituras que vou devorar! Adoro histórias assim, tão envolventes que deixam aquele gostinho de quero mais. Muito bom!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

  17. Olá! Já tinha visto esse livro em divulgações. Não imaginava que fosse tão maravilhoso assim! Sou apaixonada por fantasia, principalmente quando há reis e lutas por reinados. E melhor,ele vai usar a inteligência e provar seu valor. Com toda certeza lerei. beijos!

  18. Oie,

    Yarvi parece muito com a personagem principal de outalnder. Guerreiro e não desiste fácil daquilo que quer. Gosto de enredos medievais, mas não gostei da capa escolhi para uma história tão maravilhosa quanto essa que você descreveu.

    Beijos
    Amanda M.
    Os nós da rede

  19. Olá,

    Estou louca para ler este livro, pois já li outras obras do autor e foram excelentes. Gostei muito da sua resenha e estou curiosa para saber como esse rapaz vai se recriar no mundo, após tudo ter sido tirado dele.

    Abraços
    Cá Entre Nós

  20. Amanda, o livro chegou por aqui esses dias e confesso que estou morrendo de vontade de furar fila.
    Com a sua resenha fiquei ainda mais curiosa ainda mais com essa sua reação após terminar.
    Pelo visto não decepcionará.

  21. Oi, tudo bem? Adorei a premissa do livro com essa trama toda de vingança. Fantasia é meu gênero favorito mas confesso que ultimamente não tenho tido muita sorte na escolha de livros do gênero. Pegando alguns bem cansativos. E o fato de você ter mencionado que a escrita do autor é sem enrolação me deixou ainda mais empolgada para conhecer essa obra. Bj

  22. Olá, Amanda. Realmente o livro parece ser incrível e é muito bom quando o personagem vai amadurecendo em suas atitudes. Comecei a ler a resenha pensando que não iria gostar, mas realmente me encantou. Além de capa ser linda.
    Ótima resenha, o livro já está entre meus desejados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top