Livros da Jess

Um blog sobre livros e filmes, feito por uma carioca bibliófila.

Resenha: Amor ao Pé da Letra – Melissa Pimentel

Título: Amor ao Pé da Letra
Editora: Paralela
Autora: Melissa Pimentel
Páginas: 304
Ano: 2015

Nota:  

Sinopse: Achar o homem perfeito não é fácil e foi isso que a agente literária
Melissa Pimentel, assim como sua personagem, Lauren, descobriu quando se mudou
para Londres de um dia para o outro. Infelizmente, Melissa logo viu que
conquistar um homem era mais difícil do que parecia, mesmo quando ela jurava
não querer nada sério. Foi aí que surgiu a solução: decidiu seguir os conselhos
dos mais populares livros de autoajuda para conquistar homens e criou um blog
para narrar suas experiências. Nasceram daí os encontros de Lauren, que em Amor
ao pé da letra, receberam toques de ficção, como uma legítima comédia romântica.


Lauren Cunnigham é uma americana de 28 anos que abandonou
uma vida estável em Portland para começar uma nova vida em Londres. Lauren está
solteira e busca novas experiências, mas apenas sem compromisso, nada de
envolvimento. O problema é que homem nenhum acredita que ela não quer algo mais
sério e eles sempre acabam fugindo.

Decidida a mudar isso, Lauren resolve transformar sua vida
em um experimento social: a cada mês ela seguirá um guia de relacionamento
diferente – seguindo seus conselhos à risca – até desvendar a mente masculina e descobrir como se tornar irresistível para os homens.

Amor ao Pé da Letra é uma leitura repleta de bom humor, diálogos
espirituosos e tiradas sarcásticas. As aventuras de Lauren no plano amoroso
rendem cenas divertidas, encontros desastrosos e risadas garantidas para o
leitor.

A história da personagem Lauren é fictícia, mas a obra foi
inspirada em situações reais vividas pela própria autora. Ela decidiu seguir
conselhos de especialistas em encontros (lê-se livros de autoajuda) e escrever
um blog sobre isso, o que rendeu quarenta e dois textos, vinte e três encontros
e muitos drinques. Toda a experiência serviu de inspiração para Amor ao Pé da
Letra
, seu primeiro romance.

“Foram
três meses de trepadas incríveis, com uma pessoa com quem eu não me importava
de passar o “antes e depois” – exatamente o que eu queria. E daí chegou aquela
estúpida manhã, quando, num rompante de boa vontade pós-coito, cometi o grande
erro de fazer ovos pro cara. Até o Adrian, que eu pensava que me entendia,
terminou convencido de que eu estava tentando amarrá-lo.” p.13


Todos os personagens foram bem construídos. Eu gostei
bastante de Lauren, que apesar de se mostrar um pouco insegura em determinados
momentos, é uma mulher independente e de personalidade forte, que vai atrás do
acredita mesmo que pague um preço alto por isso. Gosto de personagens femininas
determinadas, exatamente como ela. Os personagens secundários também são
bastante cativantes e divertem o leitor.

A história também possui um lado comovente – relacionado ao passado
da protagonista – que justifica determinadas ações e traz momentos emocionantes ao
livro.

A obra não possui uma divisão por capítulos. Ele é dividido
em partes, com base nos guias amorosos utilizados pela personagem (duração de
cada experimento e os resultados). Essa divisão me deu
a impressão de tornar a leitura um pouco mais lenta, mas de forma alguma a tornou entediante. A escrita da autora é bem direta e de fácil compreensão,
tornando a leitura leve e interessante.

O livro possui um viés feminista muito bacana e tenta fazer
o leitor compreender que não é errado uma mulher ter encontros com homens
interessantes, sem necessariamente projetar um relacionamento sério.

“Nós
achávamos que ele era meio bundão, mas infelizmente, como acontece muitas
vezes, era um bundão bom de cama, e também era capaz de manejar muito bem
aquela criptonita feminina todo-poderosa: o violão. Quanto a mim, eu preferiria
lamber a sola das minhas sandálias depois de uma excursão pela Índia do que me
sentar na beira da cama enquanto um homem me cantava uma música, mas Lucy era
outra história: ela adorava aquilo. Na verdade, ela até cantava com ele. Eu me
arrepio só de pensar.” p.20


A edição da Editora Paralela ficou muito bem feita, com uma
ótima diagramação, além de uma revisão impecável. A capa é muito bonita, bastante
chamativa e confesso que comprei o livro assim que bati os olhos nela.

A obra me lembrou alguns filmes como “O Diário de Bridget Jones” e “Descompensada”, por conta das peripécias da
protagonista. Se você gosta de enredos desse tipo, essa leitura é para você. 
Indico o livro para quem procura um Chick-Lit
descontraído, envolvente e divertidíssimo.


livrosdajess

35 thoughts on “Resenha: Amor ao Pé da Letra – Melissa Pimentel

  1. Olá Jéssica
    Deve ser uma ótima leitura, e a capa já chamou muito a minha atenção por suas cores vibrantes. Compreendo que deve haver mesmo esse lado feminista, e de uma maneira natural, imagino. Claro que também fiquei bem curiosa sobre os personagens, e com certeza as mensagens devem ser muito interessantes.
    Beijos, Fer

  2. Que livro bacana. Eu ainda não o conhecia e além dessa capa maravilhosa, a história também é muito interessante. Acho que vou gostar muito da leitura, esse gênero sempre me agrada e gostei de ver sua opinião sobre ele. Deve ser super divertido também mas com seus momentos mais sérios.

  3. Olha, tô rindo alto aqui com os quotes que você compartilhou. Por causa deles, eu leria o livro sem pensar duas vezes e acho que me divertiria muito. Legal saber que o livro tem uma reflexão comovente, que nos faz entender a personagem.
    Adorei a dica e vou procurar pra comprar agora mesmo!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

  4. Olá Jéssica,
    Achei muito legal a obra ter sido baseada em algumas situações passada pela protagonista e fiquei bem curiosa para conhecer a história e as peripécias da personagem. Outro ponto que me agradou foi que a obra possui um viés feminista e estou louca para ler algo com essa abordagem.
    Anotei a dica de leitura e acho que não tem como eu não gostar.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

  5. Eu não leria o livro pela capa porque não achei que combinou, mas sim pela sua resenha. Uma boa estrutura e estou rindo até agora com esses quotes. É bom saber que Lauren é independente, mostra que não é aquela personagem que só busca um "amor" para ser feliz.
    Beijão

  6. Oie, que livro bacana, eu adoro chicklits divertidos e esse parece ser um. Adorei saber que a autora baseou tudo em sua própria experiência e que mostra um lado empoderado das mulheres na obra com isso de ela se sentir a vontade para ir um encontro sem querer algo sério. Espero poder ler, e obrigada pela dica, eu não conhecia a obra

  7. Oie…
    Nunca tinha lido uma resenha desse livro!
    AMOR AO PÉ DA LETRA tem componentes que sempre me fazem amar uma leitura e essa viés feminista me fez roer de curiosidade sobre o livro.
    Beeeijos

  8. Oi, tudo bem?
    Já conhecia o livro de capa, mas não gostei muito da capa e acabei nem procurando nada sobre a obra, mas após lê a sua resenha percebi que esse foi um dos maiores erros que cometi. O livro parece ser ótimo, e muito engraçado. Dica anotada haha

  9. Oi, Jéssica

    Que legal que os textos são inspirados em situações vivenciadas pela autora. O fato de você compará-lo com Bridget Jones já contou mais um ponto comigo, pois amo a Bridget. Não leria pra já, pois tenho outras prioridades, mas acredito que seria uma leitura divertia e não descarto uma lida no futuro! 😉

    Beijos

  10. Oi Jéssica!
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas como adoro os filmes Bridget Jones, acho que iria gostar desse, apesar de nunca ter lido chicks-lits.
    Achei bem bacana que a autora misturou ficção com situações da vida dela. Imagino que torna a leitura mais realista.
    Acho interessante esse ponto feminista do livro, que mostra que podemos somente ficar com os caras, sem nenhum compromisso.
    Adorei a resenha!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

  11. Oi!

    Eu adoro livros que abordam a liberdade feminina, principalmente a sexual. Eu já conhecia esse, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Fiquei bem empolgada com a sua resenha, porque realmente to procurando leituras assim, mais empoderadoras, por agora. E essa capa é linda né? haha

    beijo!

  12. Parece ser uma leitura leve e descontraída, coisa que gosto muito de ter contato quando quero relaxar e dar boas risadas. Confesso que o sangue ferve quando começam com essas histórias de "mas homem nenhum acredita", mas aposto que Lauren deu uma ótima resposta pra isso. Super leria esse livro sim!

  13. Jessica, normalmente não acho chick-lit uma leitura tão boa, pois não me prende, mas gostei muito dessa ideia de seguir as dicas, ter os encontros e ver no que dá.
    Acredito que leria sim.

  14. Bem, apesar da leitura parecer interessante e divertida, não curto livros do gênero chicklits, ainda mais com uma pegada que lembre Bridget, que não me agradou…
    Mas acredito que foi uma história bem escrita, por conta das experiências pessoais da autora que inspiraram a história…
    Bjs…

  15. Ri demais com esses quotes, hahaha. Imaginando a personagem falando aqui.
    O livro parece ser bem prazeroso durante a leitura, arrancando com certeza diversos sorrisos por todas as situações que a personagem se coloca. Gostei demais.
    Bjim!
    Tammy

  16. Oi Jess, tudo bem?

    Já havia lido muitas resenhas e opiniões a respeito da obra, e todas elas bastante dividias (dividias ao extremo, eu diria). É uma relação de "amor e ódio" nas opiniões que, por esse fato, tenho bastante vontade de ler "O amor ao pé da letra".

    Sinceramente tenho muitas expectativas para o desenvolvimento da história. Mas nunca se sabe o que pode acontecer. (rsrs)

    Gostei muito da sua abordagem. Abraços.

  17. Oiii Jess, como vai?
    Menina eu confesso que a obra em si não despertou muito meu interesse não, mas a edição está um arraso e adorei o batom que usou na foto, ficou um arraso, mas pularei a dica mesmo.
    Beijinhos

  18. Oie!
    Eu já li esse livro e achei a história bem diferente das que já li. Como ela fica buscando o amor em vários lugares, é interessante ela seguir cada um dos livros que já leu de auto ajuda. É muito bom.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

  19. Olá.

    Apesar de não conhecer o livro, eu gostei bastante a premissa da obra. Eu gosto de livros bem descontraídos e tenho certeza que esse livro é desse modo. Aliás, fiquei bastante feliz de ele ter um viés feminista e já quero muito conferir a obra. Amei sua resenha ♥

    Beijos!

  20. Oi, tudo bem?
    Nao conhecia o livro, mas fiquei animada porque realmente parece ser uma leitura bem divertida. Eu acho bacana histórias que trazem mulheres que não querem um relacionamento sério e mostram que nós, também podemos só querer sair com alguém por sair. Enfim, é uma dica bem bacana, vou marcar aqui.

    Beijos :*

  21. Eu não sei se a autora conseguiu encontrar um parceiro com os livros de autoajuda, mas se rendeu um romance publicado, já valeu a pena toda essa jornada. Achei a premissa da obra bem interessante, e confesso que fiquei bem curiosa para saber como se desenrola essa história, que parece ser tão divertida.

    Tatiana

  22. Já vi que esse livro vai ser excelente garantia de boas risadas!
    Gente, essa autora é corajosa, viu? Fazer um experimento social desses e ainda conseguir tirar um livro disso? Tiro meu chapéu pra ela!
    Certamente vou querer lê-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top